Blog

Ramos Literários

Publicado em 25 d março d 2017, nas categorias Blog e Notícias

Escritor, como o avô e o pai, Ricardo Ramos Filho recebeu o Caderno B para uma conversa sobre família e escrita

Lançamento de Graciliano Ramos e a Cultura Política, de Thiago Mio Salla

Publicado em 24 d março d 2017, nas categorias Blog, Notícias, e Publicações

Entre 1941 e 1943, Graciliano Ramos colaborou no periódico getulista Cultura Política: Revista Mensal de Estudos Brasileiros, produzindo crônicas para a seção “Quadros e Costumes [...]

O Cronista Graciliano no Rio de Janeiro, de 14.fev a 19.abr no Sesc – RJ

Publicado em 02 d março d 2015, na categoria Eventos

O Cronista Graciliano no Rio de Janeiro é uma homenagem à cidade. Uma cartografia geopoética da vida do escritor alagoano no Rio de Janeiro, no [...]

Linhas Tortas (1962) Capa da última edição

mar.15: Uma viagem a bonde

Publicado em 01 d março d 2015, na categoria Um texto por mês

Na grande cidade, plana, montanhosa, rica, miserável, cheia de hiatos, horrores e belezas, o viajante da província, chegado há pouco num vaporzinho ronceiro, coleciona surpresas [...]

‘Conversas’ é um dos melhores de 2014

Publicado em 01 d fevereiro d 2015, na categoria Notícias

Do jornal O Globo Link original Os melhores livros de 2014 RIO – Na ficção, o ano teve bons lançamentos de autores brasileiros, como Evandro [...]

Viventes das Alagoas (1962) Capa da última edição

fev.15: Carnaval 1910

Publicado em 01 d fevereiro d 2015, na categoria Um texto por mês

Eram três dias bem desagradáveis. Sujeitos precavidos fechavam-se, olhavam suspeitosos a rua, mas isto não os livraria de pesares: se se distraíam, inundavam-nos jatos d’água [...]

Reabertura da Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos

Publicado em 01 d dezembro d 2014, na categoria Notícias

Por TELMA ELITA Para a GAZETA DE ALAGOAS Link original . A nova Graciliano Ramos tem sala exclusiva para autores alagoanos e obras sobre o [...]

dez.14: Conversa sobre a literatura francesa

Publicado em 01 d dezembro d 2014, na categoria Um texto por mês

Conversa sobre a literatura francesa De Graciliano Ramos [1]  Não necessitamos de outras palavras para os nossos leitores sobre Graciliano senão aquelas que andam na [...]

Silêncio de sertanejo

Publicado em 14 d novembro d 2014, nas categorias Artigos e Blog

Por ANA WEISS para o caderno Cultura da revista ISTO É Link original . Pela primeira vez em livro, textos de intelectuais próximos de Graciliano [...]

O gênio modesto

Publicado em 04 d novembro d 2014, nas categorias Artigos e Blog

Por Marcos Alvito para o Jornal Rascunho link original . Um ateu e comunista que considerava a Bíblia um livro superior a toda literatura. Um [...]

Graciliano, o turrão

Publicado em 01 d novembro d 2014, nas categorias Artigos e Blog

por José Castello Para o Caderno Prosa do jornal O Globo Link original . No ano de 1941, o repórter Paulo de Albuquerque, de A [...]

nov.14: Conversa sobre Vidas secas

Publicado em 01 d novembro d 2014, na categoria Um texto por mês

Conversa sobre Vidas secas [1] . Uma palestra com Graciliano Ramos — O sertanejo da zona árida — O homem no seu habitat Brito Broca [2] [...]

Palavra implacável

Publicado em 18 d outubro d 2014, nas categorias Artigos e Blog

Por Severino Francisco para o UAI Divirta-selink original . Coletânea de entrevistas e depoimentos ilumina a relação entre a vida e a obra de Graciliano [...]

Entrevistas com Graciliano Ramos revelam as palavras e o silêncio do escritor

Publicado em 16 d outubro d 2014, na categoria Notícias

Diogo Guedes para o Jornal do Commercio Link original Não importa quem escrevesse sobre o escritor alagoano Graciliano Ramos, algo era sempre recorrente: ressaltar que [...]

NOTA SOBRE O ATAQUE HACKER SOFRIDO POR ESTE SITE

Publicado em 16 d outubro d 2014, na categoria Notícias

Face à repercussão decorrente da divulgação do ataque que este site sofreu ontem, venho esclarecer alguns pontos. E falo em meu nome, como webmaster. Durante [...]

Conversas de um mito

Publicado em 13 d outubro d 2014, na categoria Notícias

Por Stella Bonici para o Jornal da USP online Link original . Publicação reúne conversas, depoimentos e anedotas de um dos maiores nomes da literatura [...]

Graciliano Ramos tem seu lado irônico revelado em livro de entrevistas

Publicado em 12 d outubro d 2014, na categoria Notícias

Manuel da Costa Pinto para a Folha de S. Paulo link original Calado e taciturno no limite da rispidez e do mau humor. Essa imagem [...]

out.14: Graciliano e Carpeaux

Publicado em 01 d outubro d 2014, na categoria Um texto por mês

Obras-primas desconhecidas do conto brasileiro Alguns momentos de palestra com Graciliano Ramos — Crítica literária na livraria — Coelho Neto é uma droga — Um [...]

Obra de Graciliano Ramos é celebrada com exposição e livro

Publicado em 22 d setembro d 2014, nas categorias Eventos e Notícias

Por GUILHERME SOBOTA Para o jornal O Estado de S. Paulo Link original . Lançamento da obra terá presença de familiares do escritor Em 18 [...]

Lançamento e abertura da exposição Conversas de Graciliano Ramos

Publicado em 22 d setembro d 2014, nas categorias Eventos e Publicações

CONHEÇA A OBRA DE GRACILIANO RAMOS

  • Caetés (1933)
  • Caetés – edição especial 80 anos (2013)
  • S. Bernardo (1934)
  • Angústia (1936)
  • Angústia – edição especial 75 anos (2011)
  • Vidas Secas (1938)
  • Vidas Secas – edição especial 70 anos (2008)
  • Vidas Secas – em quadrinhos (2015)
  • Infância (1945)
  • Insônia (1947)
  • Memórias do Cárcere (1953)
  • Viagem (1954)
  • Linhas Tortas (1962)
  • Viventes das Alagoas (1962)
  • Garranchos (2012)
  • Cangaços (2014)
  • Conversas (2014)
  • A Terra dos Meninos Pelados (1939)
  • Histórias de Alexandre (1944)
  • Alexandre e Outros Heróis (1962)
  • O Estribo de Prata (1984)
  • Minsk (2013)
  • Cartas (1980)
  • Cartas de Amor a Heloísa (1992)
  • Dois Dedos (1945)
  • Histórias Incompletas (1946)
  • Brandão entre o Mar e o Amor (1942)
  • Memórias de um Negro (1940) Booker T. Washington, tradução
  • A Peste (1950) Albert Camus, tradução

“Os dados biográficos é que não posso arranjar, porque não tenho biografia. Nunca fui literato, até pouco tempo vivia na roça e negociava. Por infelicidade, virei prefeito no interior de Alagoas e escrevi uns relatórios que me desgraçaram. Veja o senhor como coisas aparentemente inofensivas inutilizam um cidadão.”

em carta a Raúl Navarro, tradutor, nov.1937